Ei-lo

em
Tão bonito que tu és, meu pequeno grande Bóris. Parece que para todo o lado que me viro, simplesmente me vejo impossibilitada de te salvar desse cativeiro em que te vês abandonado.

Parece que não há nenhuma alínea, em nenhuma lei que te proteja do abandono, porque, afinal de contas, és apenas uma coisa para os teus "donos", que te deixaram para trás e que já terias morrido de fome e de sede, se não fosse eu! Porque estás fechado dentro de uma propriedade privada, encarcerado por altos muros e portão...sem qualquer possibilidade de fuga.

Onde é que estão os direitos dos animais? Não entendo porque não tenho o direito de o salvar...a vida é bem fodida. Não sei que mais faça, a quem mais recorra...socorro!!!

Desculpa, cãozinho, mas eu prometo que continuarei a dar-te alimento e carinho todos os dias...até que, por algum milagre, a rede se rompa e tu saias para a liberdade. Meu Bóris mai lindo!

Up-date: Bom dia a todos! Alguém consegue dar uma ideia genial para tirar daquele sítio pavoroso o Bóris mai lindo? (nem sequer sei como o animal se chama, eu é que lhe dei este nome...). Não consigo deixar lá o cão, e quando vier a chuva, vai ser lindo, vai!!!...

25 comentários:

mjf disse...
segunda-feira, novembro 05, 2007 11:46:00 da tarde

Olá!
O Boris é lindo , e merece ter alguem, que o alimente e o acarinhe.
Um grande bem haja
Beijos para si e para o Boris
Boa semana

Maria Ostra disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 1:18:00 da tarde

Podes sempre perguntar aos donos se não to querem oferecer...
Não sei que te diga! Impressiona-me a forma como certas pessoas tratam os animais. (oa animais, a natureza, as outras pessoas...enfim...).

Blossom disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 1:37:00 da tarde

Pois já o fiz e ainda me desligou o telemóvel na cara...anormais...pessoas com probelmas de excesso de consumo de substâncias psicotrópicas ou piores...basicamente...uns filhos da puta!

Formiguinha disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 1:51:00 da tarde

Que injustiça!!!!

Acho que se ligars para a polícia eles podem tentar ajudar.

Bêjos

Sara disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 2:02:00 da tarde

Eu acho que essa situação é capaz de se enquadrar na Lei de Protecção aos Animais, uma vez que ao passar fome, os donos lhe estão a inflingir um sofrimento cruel e prolongado.
No entanto, se quiseres um apoio mais especializado nesses assuntos, contacta a LPDA ou a Animal.
A PSP raramente se disponibiliza a resolver coisas destas, infelizmente.

Sofia disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 2:32:00 da tarde

Hum... não sei como te ajudar; mas compreendo-te: o Boris é LINDO!!!!
Espero que consigas ficar com ele..

Boa semana e obrigada pela visita na caixinha! ;))

Francis disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 3:43:00 da tarde

é o boris ielstin ?

Blossom disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 3:55:00 da tarde

ena pá, comé que adivinhaste???!!! foi o dento do siso que o denunciou não foi?

e eu a pensar que ninguém ia reconhecê-lo...tinhas de vir tu e pimba!!!

Tia Cremilde disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 5:31:00 da tarde

gostava de te ajudar a resolver isso, mas não faço ideia quais os mecanismos que nos podem valer numa situação dessas...

isto só prova que a ignorância humana não tem limites... inacreditável!

beijos da tiazoca

Blossom disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 5:37:00 da tarde

O responsável do canil disse ao Esquilo que não podem fazer nada, pois só recolhem cães abandonados na rua, uma vez que este se encontra dentro de propriedade privada para fazermos uma queixa, por escrito, no posto da GNR, que, por sua vez irão notificar os donos, e caso a situação não se altere, que depois poderá ser possivél fazer alguma coisa.

E entretanto??? E se ela (dona, que tem problemas de consumo de drogas e não bate bem dos cornos) leva o cão e leh faz mal? Não consigo tolerar isso...ela é bem capaz de o fazer...louca de merda!

Foda-se!!! Não sei o que faça!

snif...snif...tão lindo o meu Bóris

Andreia do Flautim disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 6:26:00 da tarde

Oh, tadinho!
E se mandasses um email à sociedade protectora dos animais?

anovska disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 9:22:00 da tarde

E não podes cortar a rede e sacar o bicho de lá e tentar arranjar uma família que o acolha? Se calhar legalmente não se pode, mas... é uma vida que está em jogo!

Se for preciso um carro "neutro" para o "rescue" tu chama, que Tenente Faísca está alerta :p

Cati disse...
terça-feira, novembro 06, 2007 10:42:00 da tarde

Coitadinho do Boris... espero que arranjes uma solução em breve! Kiss kiss!

Blossom disse...
quarta-feira, novembro 07, 2007 9:21:00 da manhã

Meus queridos, já contactei as associações todas que existem (pelo menos as que eu consegui encontrar) e ninguém me diz: existe o artigo tal do decreto tal e tal e coiso. Não existe leis neste sentido. Os animais são considerados, segundo a lei portuguesa, como objectos, coisas, pertença e responsabilidade dos donos. Por muito que a gente se indigne, nada podemos fazer porque simplesmente não existe legislação neste sentido.

Tenho imenso receio de fazer participação à GNR, porque não sei o que aqueles grandes anormais poderão fazer ao Bóris...muitas das respostas que obtive eram no sentido de subtrair de lá o cão ilegalmente, ou seja, roubá-lo, mas isso eu não posso fazer, porque não seria preciso nada para eles fazerem queixa contra mim...TODA a gente sabe que eu vou dar comida ao cão diariamente (e água também).

Anovska, eu não quero arranjar nenhum lar para ele, eu tenho um lar para ele, a minha casa!

Porra para isto!!!!

o_cao_que_morde disse...
quarta-feira, novembro 07, 2007 9:37:00 da manhã

O Blog O Cão Que Morde fez uma Petição para a obrigação da esterilização de todos os animais de companhia que não pertencem a criadores autorizados.
Assina e ajuda a divulgar esta iniciativa para resolver o problema dos animais abandonados

Sara disse...
quarta-feira, novembro 07, 2007 10:53:00 da manhã

Ai a minha vida! Existe legislação, sim senhora!

PROTECÇÃO AOS ANIMAIS
Lei n.º 92/95
de 12 de Setembro
Lei n.º 92/95 de 12 de Setembro (redacção da Lei 19/2002 de 21.07)


A Assembleia da República decreta, nos termos dos artigos 164.º, alínea d), e 169.º, n.º 3, da Constituição, o seguinte:

CAPÍTULO I
Princípios gerais

Artigo 1.º
Medidas gerais de protecção

1 - São proibidas todas as violências injustificadas contra animais, considerando-se como tais os actos consistentes, sem necessidade, se infligir a morte, o sofrimento cruel e prolongado ou graves lesões a um animal.
2 - Os animais doentes, feridos ou em perigo devem, na medida do possível, ser socorridos.
3 - São também proibidos os actos consistentes em:
a)...
b)...
c) Adquirir ou dispor de um animal enfraquecido, doente, gasto ou idoso, que tenha vivido num ambiente doméstico, numa instalação comercial ou industrial ou outra, sob protecção e cuidados humanos, para qualquer fim que não seja o do seu tratamento e recuperação ou, no caso disso, a administração de uma morte imediata e condigna;(...)

SA disse...
quarta-feira, novembro 07, 2007 10:54:00 da manhã

hum... n deve ser dificil dar cabo da rede... decertoi haverá uma saída ou então o cão que salte por cima. parece tão bonito se calhar tem dono. :)

Maria Ostra disse...
quarta-feira, novembro 07, 2007 11:04:00 da manhã

É isso, dá cabo da rede!
Bolas, até já eu fervo!!

Sara disse...
quarta-feira, novembro 07, 2007 2:54:00 da tarde

Ó Blossom, já expuseste o caso à LPDA? E à autarquia responsável? Nem que eles retirassem o cão para um canil, por questões óbvias, e depois tu ias logo lá buscá-lo...

(Ou então a malta forma uma brigada e vamos lá roubá-lo!!)

Lu.a disse...
quarta-feira, novembro 07, 2007 2:58:00 da tarde

Nem sei o que diga... :(

toma lá Fresquinho disse...
quarta-feira, novembro 07, 2007 6:26:00 da tarde

um alicate de corte resolve ... custa uma pechincha numa loja de ferragens ... se não tiveres força pede a alguém com um bícepe forte !!

Pandora disse...
quarta-feira, novembro 07, 2007 7:16:00 da tarde

Olá, não sei se será democraticamente correcto cortar a rede em algum lugar, mas sem provas, ninguem te pode acusar de nada, pois não? e depois com a legislação que a Sara te deichou, quem sabe se te darão a oportunidade de ficar com ele?
Espero que tudo se resolva.
Beijos.

teorias disse...
quinta-feira, novembro 08, 2007 4:45:00 da tarde

Boris é o nome do meu cão!!!! De repente até me arecia mesmo o meu! Mas o meu Boris é um pouco mais pro cinzento, embora, pela descrição que fazes, espero que a vida dele seja bem mais colorida. Uma turquesa, meia dúzia de arames da rede cortados... e a liberdade merecida para o Boris ;)

beijos

Rafeiro Perfumado disse...
quinta-feira, novembro 08, 2007 7:12:00 da tarde

Um alicate?

Maga_Ostrológica disse...
quinta-feira, novembro 08, 2007 10:55:00 da tarde

Muito honestamente, se a legislação não pegar, acho que optares pela via ilegal era aceitável. Digo isto porque conheço situação semelhante. Não suporto maus tratos em animais e sou capaz de arrancar cabeças se o presencio. Tenho duas cachorras, ambas sofriam de maus tratos. Uma veio da rua,abandonada porque já não rendia na caça, outra de um quintal,era cachorrinha, presa por uma corrente grossa,esfaimadinha e cheia de bichezas. Nesse mesmo quintal havia um outro cão,nas mesmas condições.Ambos levavam porrada e por vezes eram fechados num espaço ínfimo.A minha cadela,veio a bem. O outro de vez em quando fugia.Um casal deu-lhe casa.Os donos protestaram. Tinham provas contra o casal?Não.O cão agora estava saudável e estava registado.O que antes não acontecia. Legalmente, afinal o cão era de quem?
Registá-lo logo a seguir pode ser uma boa opção.
Não sei, digo eu...
Sei bem que é aflitivo ver os bichitos nestas condições...
(sorry pelo largo discurso :/ )

eXTReMe Tracker